Miracle_of_the_Bread_and_Fish

Em Jesus e na Igreja, se cumprem as promessas feitas por Isaías na Primeira Leitura de hoje. Todos os que têm sede se aproximam das águas vivas do batismo (ver João 4:14). Os famintos se deleitam com o precioso alimento oferecido na mesa eucarística, onde há pão e há vinho.

Este é também o ponto central do Evangelho de hoje. A história das cinco mil pessoas alimentadas por Jesus está cheia de alusões ao Antigo Testamento. Jesus é retratado como um pastor semelhante a Davi, que conduz seu rebanho às verdes pastagens, para estender diante deles a mesa do banquete messiânico (ver Salmo 23).

Jesus é mostrado como um novo Moisés, que também alimenta vastas multidões em um lugar deserto. Por fim, Jesus é mostrado fazendo o mesmo que fez o profeta Eliseu: aplacou a fome da multidão com poucos pães, dos quais ainda sobraram alguns (ver 2 Reis 4: 42–44).

Mateus também quer que vejamos a alimentação dos cinco mil como um sinal da Eucaristia. Observe-se que Jesus realiza, na Última Ceia, as mesmas ações, na mesma sequência: toma o pão, abençoa-o, parte-o e o oferece (ver Mateus 26:26).

Jesus instruiu Seus apóstolos a celebrar a Eucaristia em Sua memória. No relato evangélico de hoje, nota-se um discreto destaque ao ministério dos Doze apóstolos: antes de realizar o milagre, Jesus os instrui a dar, eles mesmos, à multidão “um pouco de comida”. De fato, foram os próprios apóstolos que distribuíram o pão abençoado por Jesus (ver Mateus 15:36).

As sobras foram suficientes para encher exatamente doze cestos, correspondentes a cada um dos apóstolos, que são as colunas da Igreja (ver Gálatas 2: 9; Apocalipse 21:14).

Na Igreja, como cantamos no Salmo de hoje, Deus nos dá o alimento na hora certa, abrindo prodigamente Sua mão e saciando todo ser vivo com fartura. Assim sendo, como Paulo nos lembra na Epístola deste domingo, nada será capaz de nos separar do amor de Deus por nós, manifestado em Cristo Jesus.

https://stpaulcenter.com/audio/sunday-bible-reflections/food-in-due-season-scott-hahn-reflects-on-the-eighteenth-sunday-in-ordinary-time/