semeador

As leituras de hoje, como as da semana passada, pedem que meditemos na resposta de Israel à Palavra de Deus, e à nossa própria resposta. Por que alguns ouvem a palavra do reino, mas não conseguem aceitá-la como um chamado à conversão e fé em Jesus? É especialmente esta a questão que está subjacente ao Evangelho de hoje.

Mais uma vez percebemos, como na semana passada, que os mistérios do reino são revelados àqueles que abrem seus corações, fazendo deles um solo rico em que a Palavra pode crescer e dar frutos.

Como cantamos no Salmo de hoje, em Jesus a Palavra de Deus visitou nosso mundo, para regar a terra pedregosa de nossos corações com as águas vivas do Espírito (ver João 7:38; Apocalipse 22: 1).

O primeiro fruto da Palavra é o Espírito de amor e adoção derramado em nossos corações no Batismo, tornando-nos filhos de Deus, como Paulo nos lembra na Epístola de hoje (ver Romanos 5: 5; 8: 15-16). Nisto, nos tornamos uma “nova criação” (ver 2 Coríntios 5:17), as primícias de um novo céu e uma nova terra (ver 2 Pedro 3:13).

Quando os primeiros seres humanos rejeitaram a Palavra de Deus, a criação foi escravizada pela futilidade (ver Gênesis 3: 17-19; 5:29). Mas a Palavra de Deus não sai de sua boca para a Ele retornar vazia, como ouvimos na Primeira Leitura de hoje.

Sua Palavra aguarda nossa resposta. Devemos nos apresentar como filhos dessa Palavra. Devemos permitir que a Palavra cumpra a vontade de Deus em nossas vidas. Como Jesus adverte no Evangelho de hoje, devemos tomar cuidado para que o diabo não a roube, nem seja ela sufocada por preocupações mundanas.

Na Eucaristia, a Palavra se entrega a nós como pão que nos alimenta. Ele faz que sejamos férteis e produzamos frutos de santidade.

E aguardamos o momento mais importante de todos: a grande colheita do Dia do Senhor (veja Marcos 4:29; 2 Pedro 3:10; Apocalipse 1:10), quando Sua Palavra atingirá a meta para a qual foi enviada.

https://stpaulcenter.com/audio/sunday-bible-reflections/the-words-return-scott-hahn-reflects-on-the-fifteenth-sunday-in-ordinary-time/