pichu

A polonesa Dagmara Socha é bioarqueóloga do Centro de Estudos Andinos da Universidade de Varsóvia, em Cusco (CEAC), uma instituição de pesquisa científica criada por uma parceria entre a Universidade Nacional de San Antonio Abad de Cusco (Peru) e a Universidade de Varsóvia (Polônia). Junto com Rudi Chavez Perea, da Universidade Católica de Santa Maria, em Arequipa (Peru), estudaram ossadas de crianças encontradas em topos de vulcões no Peru, sacrificadas aos deuses incas, e chegaram a conclusões espantosas. A pesquisa, levada a cabo em 2019, se concentrou em dois vulcões andinos: o Ampato, com 6288 metros de altura, e o Picchu Picchu, com 5665 metros de altura.

Usavam-se crianças nos sacrifícios, como mediadoras entre os deuses e a humanidade, por serem puras e imaculadas. Eram, por isso, cuidadosamente selecionadas.  Estudando os dentes, os cientistas descobriram os requintes de sadismo que envolviam a prática dos índios: certa garota sacrificada teria passado fome por um certo tempo, ou sofrido um trauma grave aos três anos de idade (que pode ter sido causado pela separação dos pais).

Há ossos com marcas de queimaduras. Segundo Dra. Socha, os incas tinham plataformas de sacrifício em lugares expostos a raios, os quais, na cosmologia deles, representavam os vínculos entre os vários mundos divinos e o mundo humano. Há grande evidência de que essas plataformas, cheias de crianças, foram atingidas repetidamente por raios (para os incas, ser atingido por um raio era uma graça divina).

É poético? É tragicamente poético. Um dia, porém, chegaram os opressores espanhóis e puseram fim a toda essa poesia macabra… O curioso é que, entre os deuses beneficiários de tantas e inocentes vítimas, estava a famigerada Pachamama (cujo sentido verdadeiro é “mãe do mundo”), a mesma divindade andina que tanto sucesso andou fazendo recentemente no Vaticano, e tanta vênia recebeu.

http://scienceinpoland.pap.pl/en/news/news%2C78687%2Cscientists-inca-child-sacrifice-victims-came-all-over-empire.html

https://eponymousflower.blogspot.com/2019/11/the-incas-sacrificed-beautiful-children.html?m=1&fbclid=IwAR0zczgc88K3BE4qgg6eydRJunVg28t2V9O_c65lzqVf5EXSPrj0snKazKI