amazonia

“O Sínodo da Amazônia é algo tão grave e escandaloso, que parece irreal”, escreve o padre madrilense Santiago Martín em seu mais recente artigo, comentando os últimos acontecimentos em Roma, entre os quais a publicação do jornalista Eugenio Scalfari, dono do segundo maior jornal italiano, La Repubblica, afirmando que Papa Francisco lhe dissera não crer na divindade de Jesus (afirmação desmentida duas vezes pela Santa Sé: na primeira de forma ambígua, e finalmente de modo mais incisivo).

Conta o padre por que está tão espantado (e não é para menos):

“Celebrar no Vaticano um ritual de adoração aos deuses da fertilidade — com esculturas em madeira representando duas mulheres, nuas e grávidas, e um enorme falo —, ao lado da gruta de Lourdes, é uma provocação. Carregar uma canoa em procissão, com uma dessas esculturas e o falo, e colocá-la no Salão do Sínodo, no dia da Virgem do Rosário, é uma provocação. E tem mais: a maioria dos padres sinodais é claramente a favor do sacerdócio dos homens casados e do diaconato feminino, como um passo em direção ao sacerdócio da mulher e, naturalmente, poderem ser bispas e papisas. E isso é mais do que uma provocação.”

Levanta em seguida a possibilidade de que os “progressistas liberais”, fazendo o que estão fazendo, estejam forçando um cisma na Igreja, sonhando com a debandada dos “conservadores”.

Padre Santiago termina o artigo, porém, sem o pessimismo que se vê por aí em muitos comentaristas do Sínodo:

“Continuo pensando que estamos enfrentando uma batalha crucial, não entre o bem e o mal, mas, de um lado, entre os crentes na divindade de Cristo, e, de outro, os arianos, que consideram o Senhor apenas um homem e, portanto, acham-se no direito de mudar os seus ensinamentos. Mas se cremos na divindade de Jesus, devemos crer que é Ele quem lidera a Igreja. Nisto está a nossa paz e a nossa esperança. Caso contrário, embora estejamos dizendo que acreditamos, realmente nos comportamos como aqueles outros, que acreditam ser como deuses e donos da história.”

Mas não é, no fundo, uma batalha entre o bem e o mal?

Leia toda a matéria aqui: http://catolicos-on-line.frmaria.org/index.php?option=com_content&view=article&id=7036%3Adios&catid=37%3Acategoria-articulos&Itemid=28