Para ouvir a homilia do Padre Paulo Ricardo, “O bom pastor é o cordeiro imolado”, clicar AQUI

PRIMEIRA LEITURA DA MISSA (Atos dos Apóstolos 4,8-12)

Só seremos salvos pelo cordeiro que sacrificamos

Naqueles dias Pedro, cheio do Espírito Santo, disse: ‘Chefes do povo e anciãos: hoje estamos sendo interrogados por termos feito o bem a um enfermo e pelo modo como foi curado. Ficai, pois, sabendo todos vós e todo o povo de Israel: é pelo nome de Jesus Cristo, de Nazaré, — aquele que vós crucificastes e que Deus ressuscitou dos mortos — que este homem está curado, diante de vós. Jesus é a pedra, que vós, os construtores, desprezastes, e que se tornou a pedra angular. Em nenhum outro há salvação, pois não existe debaixo do céu outro nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos’.

 

SALMO 117

O cordeiro imolado tornou-se o bom pastor

(Antífona): A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular.

Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! Eterna é a sua misericórdia! É melhor buscar refúgio no Senhor, do que pôr no ser humano a esperança; é melhor buscar refúgio no Senhor, do que contar com os poderosos deste mundo!

Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes e vos tornastes para mim o Salvador! A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular. Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: que maravilhas ele fez a nossos olhos!

Bendito seja, em nome do Senhor, aquele que em seus átrios vai entrando! Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores! Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! Eterna é a sua misericórdia!

 

SEGUNDA LEITURA DA MISSA (1João 3, 1-2)

O bom pastor é o que conduz as ovelhas ao Céu

Caríssimos: vede que grande presente de amor o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não conheceu o Pai. Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem sequer se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é.

 

EVANGELHO (São João 10,11-18)

O pastor que deu a vida pelas ovelhas

Naquele tempo, disse Jesus: Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas. O mercenário, que não é pastor e não é dono das ovelhas, vê o lobo chegar, abandona as ovelhas e foge, e o lobo as ataca e dispersa. Pois ele é apenas um mercenário e não se importa com as ovelhas. Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem, assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai. Eu dou minha vida pelas ovelhas. Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil: também a elas devo conduzir; escutarão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor. É por isso que o Pai me ama, porque dou a minha vida, para depois recebê-la novamente. Ninguém tira a minha vida, eu a dou por mim mesmo; tenho poder de entregá-la e tenho poder de recebê-la novamente; esta é a ordem que recebi do meu Pai’.

 

A VOZ DO PASTOR (Comentário de Scott Hahn)

No Evangelho de hoje, Jesus diz que Ele é o Bom Pastor que os profetas haviam prometido a Israel.

Ele é o Pastor-Príncipe, o Novo Davi, que liberta as pessoas da escravidão do pecado e as reúne num só rebanho, a Igreja, através de uma nova aliança feita com o seu Sangue (v. Ez 34,10-13, 23-31).

Seu rebanho inclui outras ovelhas, diz Ele; não somente os filhos dispersos de Israel (v. Is 56, 8; Jo 11,52). Ele confiou à sua Igreja a missão de pastorear todos os povos, conduzindo-os ao Pai.

A primeira leitura de hoje nos permite ver o início daquela missão no testemunho de Pedro, que o Senhor escolheu como pastor de sua Igreja (v. Jo 21,15-17).

São Pedro explica aos líderes de Israel que a sua rejeição do Cristo, bem como a morte de cruz que lhe deram, foi profetizada no salmo que cantamos hoje. Recorda-lhes que “A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular” (Mc 12,10-13), referindo-se ao fundamento do novo templo espiritual que é a Igreja (v. 1 Ped 2, 4-7.).

Através do ministério da Igreja, o Pastor continua falando (v. Lc 10,16), perdoando os pecados (v. Jo 20,23), fazendo-se presente por seu Corpo e seu Sangue, para que todos possam conhecê-Lo na fração do pão (v. Lc 24,35). Esta missão continuará, até que toda a humanidade se reúna num só rebanho, sob os cuidados de um único pastor.

Ao dar a Sua vida, para logo recuperá-la (v. Jo 10.17), Jesus nos permitiu conhecer a Deus como Ele O conhecia, como filhos e filhas de um Pai amoroso. Ele chama seus filhos como outrora chamou Israel para tirá-lo do Egito (“Do Egito chamei o meu filho”, Oséias 11,1) e com ele fazer sua aliança (Ex 4, 22-23; Ap 21,7).

Escutemos, hoje, a sua voz que nos fala através da Sagrada Escritura, e façamos votos de sermos seguidores mais fiéis. E vamos Lhe render ações de graças pelas bênçãos que, do seu altar, Ele nos concede.

https://stpaulcenter.com/la-voz-del-pastor-scott-hahn-reflexiona-sobre-el-4o-domingo-de-pascua/

https://stpaulcenter.com/the-shepherds-voice-scott-hahn-reflects-on-the-fourth-sunday-of-easter/